Quando falamos em Celtas, Druidas e Druidismo muitas imagens podem vir a mente, e a maioria delas tem suas raízes a apenas 200 ou 300 anos atrás, no período do Renascimento Druídico. Entretanto, existem outros, e é desses outros que trataremos aqui. É vital que se compreenda que nós falamos dos Celtas, Druidas e do Druidismo Histórico e buscamos compreender e apreender a Visão de Mundo e a Cultura deles, e quem sabe, um dia olhar o mundo através de seus olhos, sem as armadilhas e filtros do mundo moderno e seus ideais e pré-conceitos de espiritualidade e sabedoria.

Faremos, a cada artigo, uma nova jornada à Idade do Bronze e à Idade do Ferro, passando de quando em quando pelo Medievo, em busca desses povos que por quase 2.000 anos passaram esquecidos sob a terra, esperando a hora de ressurgirem em todo seu esplendor novamente.

Esta Linha de Pesquisa visa estudar as práticas religiosas, crenças e rituais, e as simbologias, representações e modelos ideais vinculados a estes. Para tal, o estudo das divindades, cerimônias e comportamentos culturais voltados à religiosidade são investigados de forma a nos permitir compreender a cultura vinculada ao sagrado e suas manifestações dentro e fora do contexto religioso.

Utilizando as disciplinas capazes de agregar o conhecimento oriundo das práticas rituais e do pensamento filosófico e mítico por trás das formas que a religiosidade se manifesta, esta linha de conteúdo busca na percepção do plano simbólico e místico, atrelado ao sagrado, a concepção da cultura e da sociedade em relação à sua interação com o Cosmos e com o outro, representado pelas divindades e demais seres que habitam o plano metafísico.

Artigos: