Por Marina Storino Holderbaum

O texto que se segue contém as 3 versões, justapostas verso a verso, respectivamente: Original em Gaélico, versão em Inglês e versão em Português.

1. Temair Breg, cid ní diatá
indisid a ollamna!
cuin do dedail frisin mbruig?
cuin robo Temair Temair?

Temair Breg, whence is it named?
declare O sages[1]!
when did it separate from the country-side?
when did Temair become Temair?

Temair Breg, de onde vem seu nome?
declarem Ó sábios!
quando ele se separou do lado camponês?
quando Temair se tornou Temair?

2. 5] In ac Partolan na cath,
nó ‘n ac cét-gabáil Cesrach,
in ac Nemed co neim n-úr
nó ac Cigal garb gligar-glún?

5] Was it under Partholan of the battles?
or at the first conquest by Cesair?
or under Nemed of the fresh valour?
or under Cigal of the knocking knees?

5] Foi sob Partholan das batalhas?
Ou na primeira conquista de Cesair?
Ou sob Nemed de novo valor?
Ou sob Cigal dos joelhos batedores?

3. In ac Feraib Bolg na mbád?
10] nó do líne Lupracán?
sloindid cá gabáil díb-sin
ó tá Temair ar Temraig.

Was it under the Firbolgs of the boats?
10] or from the line of the Lupracans?
tell which conquest of these it was
from which the name Temair was set on Temair?

Foi sob os Firbolgs dos barcos?
10] ou a partir da linhagem dos Lupracans?
digam de qual dessas conquistas ele veio
qual deles deu a Temair o nome Temair?

4. A Dubán, a Fhindchaid fhéil,
a Brain, a Chú Alad éim,
15] a Thuain, bar cóiciur cain,
cid ón cid diata Temair?

Duban, O generous Findchad,
O Bran, O quick Cualad,
15] O Tuain, ye devout five!
what is the cause whence Temair is named?

Duban, Ó generoso Findchad
Ó Bran, Ó rápido Cualad,
15] Ó Tuain, vocês cinco devotos!
Qual é o motivo que nomeou Temair?

5. Dobí tan ba coll-chaill cháin
i n-aimsír meic áin Ollcáin,
noco roslecht in caill cais
20] Líath mac Laigni lethan-glais

There was a time when it was a pleasant hazel-wood
in the days of the noble son of Ollcan,
until the tangled wood was cut down
20] by Liath son of Laigne Lethan-glas.

Houve um tempo em que ele era um agradável bosque de aveleiras
nos dias do nobre filho de Ollcan,
até que o entrelaçado bosque foi cortado
20] por Liath filho de Laigne Lethan-glas.

6. Ó shin amach ba Druim Léith,
a barbur ba harbur méith,
noco toracht Cáin cen chrád,
mac-sen Fiachach Cendfhindáin.

Thenceforward it was called Druim Leith,
its corn was rich corn,
until there came Cain free from sorrow,
the son of Fiachu Cendfindan.

Daí em diante ele foi chamado Druim Leith,
sua semente era semente rica,
até que veio Cain sem tormentos,
filho de Fiachu Cendfindan.

7. 25] Ó shin amach ba Druim Cáin
in tulach a téigdís máir,
noco toracht Crofhind chain,
ingen Alloid oll-bladaig.

25] Thenceforward it was called Druim Cain,
the hill whither chieftains used to go,
until Crofhind the chaste came,
the daughter of all-famous Allod.

25] Daí em diante ele foi chamado Druim Cain,
o vale para onde costumavam ir os Reis,
até que Crofhind a casta veio,
a filha do tão falado Allod.

8. Cathir Chrofhind, nírbo chamm,
30] a hainm ac Túaith Dé Danann,
co toracht Tea, nar chlé,
ben Erimóin co n-ard-gné.

Cathair Crofhind (‘twas not amiss)
30] was its name under the Tuatha De Danand,
till there came Tea, never unjust,
the wife of Erimon lofty of mien.

Cathair Crofhind (isto não estava errado)
30] era seu nome sob os Tuatha De Danand,
até que veio Tea, a justa,
esposa do altivo Erimon de mien.

9. Roclaitea clad imma tech
ac Tea móir ingin Lugdech;
35] roadnacht iar múr amuig,
conad uaithi atá Temair.

Round her house was built a rampart
by Tea daughter of Lugaid;
35] she was buried beyond the wall without,
so that from her is Temair named.

Ao redor de sua casa foi contruída uma muralha
por Tea a filha de Lugaid;
35] ela foi enterrada externamente para além do muro,
para que Temair fosse chamada pelo seu nome.

10. Forad na ríg ba hainm di,
rígrad mac Miled inti;
cóic anmand uirri iarsin,
40] ó tá Fordruim co Temair.

The Seat of the Kings was its name:
the kingly line of the Milesians reigned in it:
five names accordingly were given it
40] from the time when it was Fordruim till it was Temair.

O assento dos Reis foi seu nome:
A linhagem nobre dos Milesianos reinou nele:
cinco nomes neste sentido lhe foram dados
40] desde o tempo que foi Fordruim até ter se tornado Temair.

11. Is mise Fintan fili,
nirsam écne óen-lindi;
is and romtócbad co mblaid
ar in fót-brug os Temair.

I am Fintan the poet,
I am a salmon not of one stream;
it is there I was exalted with fame,
on the sod-built stead, over Temair.

Eu sou Fintan o poeta,
Eu não sou um salmão de apenas um córrego;
É lá que eu era com fama exaltado,
sob o lugar da construção sod, sobre Temair.

Dados da fonte e versões:

Versão em Português Marina Storino Holderbaum

Fonte original em Gaélico e versão em Inglês por Gwynn Edward em 1906 segundo dados apresentados pelo projeto CELT: Corpus of Electronic Texts no corpo da edição digital aqui referida, conforme referências abaixo:

Edição usada na publicação digital:

GWYNN, Edward (ed). The Metrical Dindshenchas. in Volume1 Edward Gwynn, Second reprint [xi + 82 pp.] Dublin Institute for Advanced Studies. Dublin, 1991 (first published 1906) (reprinted 1941).

Edição digital: 

CELT: Corpus of Electronic Texts: a project of University College, Cork College Road, Cork, Ireland. http://www.ucc.ie/celt

http://www.ucc.ie/celt/published/G106500A/index.html


[1] Embora eu tenha seguido a versão em Inglês, que utiliza a palavra “sages”, como base para a tradução, fica claro no original em Gaélico que o termo correto a se utilizar é Ollam, sendo Ollamna, provavelmente, o correspondente ao plural da designação dada ao mestre poeta, ou seja, o mais alto grau do treinamento do fili.